Sinceramente?

Alguns posts abaixo avisei que estou colocando alguns textos literários no blog e pedi a opinião de quem passar por aqui a respeito deles.

Na verdade, não dou a mínima para o que alguém acha do que eu escrevo. Quer dizer, dou sim, vá lá (mas não é com todo mundo). Quero ser lido, não posso dizer o contrário. Senão eu não estaria nessa.

A opinião de quem quer que seja ajuda a identificar e rever certas coisas que não foram consideradas no momento da elaboração e revisão do texto. Foi por isso que pedi a opinião de quem passa por aqui.

Os comentários do Thiago, via msn, por exemplo, me ajudaram bastante com os últimos textos postados. Revisei umas coisas, melhorei (acho) o que estava escrito. Mas putz, ninguém mais se pronuncia?

Não quero comentários elogiosos. Quero que apontem os defeitos, que digam que está faltando algo e que me façam reconsiderar meus escritos. Eu quero que alguém me provoque, que me desafie. Se ninguém fizer isso, não saberei o quê melhorar.

Enfim. É só um desabafo.

This entry was posted in A vida como ela é, Contos. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

One Comment

  1. Thiago
    Posted March 19, 2007 at 00:23 | Permalink

    Obrigado pelo singelo destaque ao meu nome e blog. Mas quero deixar claro: sou uma farsa como blogueiro!

    Huahuahua… Uma breve homenagem ao personagem do “Ladrão de Histórias”, e é melhor parar por aqui, antes que eu “encarne-o”, hehehe…

    Abraços!

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*