Mini roteiro gastronômico em Ouro Preto

O Fórum das Letras de Ouro Preto 2011 começou na última sexta-feira e termina dia 15, terça-feira, e, desta vez, infelizmente, não deu para mim. Fiquei só na vontade de ir, vontade essa que, reprimida, vai ser complicado de frear em 2012. Ou seja: Ouro Preto, minha querida, ano que vem estou aí!

Para quem lá está acompanhando o Fórum, ou mesmo para quem não conhece a cidade ainda mas deseja conhecer, vão aí três dicas de lugares para fazer deliciosíssimas refeições. Dois deles conheci em 2009, quando fui lá pela primeira vez. O terceiro conheci em 2010, quando Cassia viajou comigo, e adoramos o local.

Acaso 85

Além da comida deliciosa – não dá pra deixar de comer o macarrão a alho e óleo que eles fazem, nem a linguicinha (sem piadas, por favor) frita, a menos que você realmente não possa ou não goste desse tipo de comida -, para comer no Acaso 85 você precisa descer alguns vãos de escada, e ao fazer isso você esquece completamente do mundo lá fora. É simplesmente um lugar incrível. Tranquilo, agradabilíssimo, sem a barulheira que há em alguns restaurantes mais próximos do centro. Cassia e eu almoçamos lá várias vezes, e, além de ficar encantada com o local, ela adorou uma das sobremesas que eles servem.

O Passo

D’O Passo nós aproveitamos apenas a pizza, mas o local é também um espaço cultural que sempre tem alguma coisa boa acontecendo. Até houve alguma coisa por lá nos dias que passamos em Ouro Preto, mas como estávamos em busca de tranquilidade, neste dia não passamos por lá. Sobre a pizza, somente uma palavra: divina. Para completar, o ambiente é também agradabilíssimo, mas com alguma coisa de “festa” no ar. Entre aspas porque o termo não é exatamente esse. O que quero dizer é que há, n’O Passo, uma aura de alegria, de comemoração, de celebração. Em 2009, quando fui sozinho acompanhar o Fórum, ia ao Passo para sentir boas vibrações, para sentir o calor humano-festivo, digamos assim, depois de passar o dia sozinho – ou, melhor dizendo, acompanhado apenas da literatura. Cassia também aprovou o lugar, e até hoje O Passo é nosso referencial para qualidade de pizzas. Até o momento não conhecemos nenhuma melhor que a de lá.

Escadabaixo

Foi o Escadabaixo que conheci com Cassia, em 2010. Ele é uma espécie de mistura do Acaso 85 com O Passo. Do primeiro, lembra o ambiente, visto que, como diz o nome, você precisa descer uma escada para chegar até ele (o Escadabaixo fica no subsolo do Café Geraes); do segundo, tem a aura de alegria, de festa, de celebração. Lembro de termos tomado café por lá, e de termos comido alguns pasteizinhos. Foi apenas um lanche, mas o Escadabaixo ficou gravado em nossa memória, e assim que pudermos ir novamente a Ouro Preto, voltaremos lá.

This entry was posted in Literatura, Posts avulsos. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

2 Comments

  1. Eduardo batalha
    Posted November 14, 2011 at 14:47 | Permalink

    Acaso é uma poracaria. O atendimento é de buteco. Aconselho o bené da flauta.

    • Rafael Rodrigues
      Posted November 14, 2011 at 17:21 | Permalink

      Eduardo, tivemos experiências diferentes, então. Minha noiva e eu adoramos o Acaso 85, por tudo isso que eu disse acima. Recomendo veemente o local, e até recomendaria a você dar uma segunda chance ao Acaso. Acho que vale a pena.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*