Sociedade dos Poetas Mortos

Ontem Cássia e eu assistimos a “Sociedade dos Poetas Mortos”, um filme que assisti várias vezes quando estava no ginásio e que fazia tempo queria ver de novo.

Estava aqui escrevendo um post sobre ele mas o texto ficou bem maior do que eu pensei que ele fosse ficar. Por conta disso, vou deixá-lo descansar um pouco e pensar se posto aqui ou se deixo para publicá-lo no Digestivo.

Para quem não conhece o filme, fica aí embaixo o trailer. Comprei o DVD por 12,99 numa loja física da Americanas. Fica aqui a dica.

This entry was posted in A vida como ela é, Filmes. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

3 Comments

  1. Posted November 16, 2009 at 21:38 | Permalink

    Oi, Rafael. Vc poderia fazer uma postagem com os poetas citados no filme.

    Alguns de que me lembro de cabeça:

    Lord Tennyson

    Henry David Thoreau

    Walt Whitman

    Robert Frost (“A Road not Taken”)

    Existem outros, vamos lembrando.
    Abs do Lúcio Jr.

  2. Rafael Rodrigues
    Posted November 16, 2009 at 21:40 | Permalink

    Obrigado pela sugestão, Lúcio!

    Mas infelizmente não li nenhum dos poetas, a não ser alguma coisa do Whitman. No futuro, quem sabe?

    Um abraço,
    Rafael

  3. Posted November 16, 2009 at 23:19 | Permalink

    Oi, Rafael. Não sei se é o mesmo o Tennyson ou o Byron.

    De Thoreau, é o Walden, que fala em “sugar a essência da vida…”

    Do Roberto Frost, não tenho certeza, mas acho que tem um que é assim, não sei tb se tá no filme:

    the woods are lovely dark and deep
    and I have promises to keep
    and miles to go before I sleep
    and miles to go before I sleep

    Abs do Lúcio Jr.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*