Rapaz…, rapaz…

Vou tentar descrever uma sensação que não sei se vocês conhecem a sensação – espero que sim: você, ao terminar de ler um conto, poema ou romance, diz assim: “rapaz…, rapaz…”, um tanto que assombrado/assustado com a qualidade do que acabou de ler, ou com a surpresa do final.

São 01:55 da madrugada do dia 25/05 e isso acaba de acontecer comigo. Li o primeiro conto de “Encontro em Ouro Preto“, de Geraldo Holanda Cavalcanti. O conto, que dá título ao livro, é fantástico (em ambos os sentidos). Sen-sa-cio-nal.

***

Enviei ontem, 26/05, meus votos para o Portugal Telecom. E na madrugada de ontem comecei a ler “O sol se põe em São Paulo“, de Bernardo Carvalho. Rapaz…, rapaz…

This entry was posted in Livros. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

2 Comments

  1. Posted May 28, 2008 at 12:05 | Permalink

    Tava olhando sua listinha de sonhos de consumo e vi que vc quer as seis propostas para o próximo milênio. Claro que ter o livro é sempre muito melhor, mas lembrei que, no site de uma matéria que fiz na faculdade, tinha a versão completa, no word, para baixar. o endereço era http://www.eca.usp.br/jorlingrad

    abraço
    ps – gosto muito de alguns textos seus no digestivo!

  2. Posted May 30, 2008 at 12:35 | Permalink

    eu tb não. tinha recomendado imprimir mesmo…

    sobre o post de cima, tem um post bacana aqui: http://www.oimperativocategorico.wordpress.com

    abraço.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*