Para quem escrevo, afinal?

O Digestivo Cultural está fora do ar já faz alguns dias. Não quero nem comentar o impacto que isso tem em todos os que participam do site. Não é uma tragédia na vida de nenhum dos colaboradores, mas todos ficam sentidos com o fato. Mais ainda o Julio, editor do site, e eu, editor-assistente, que tanto suamos para colocar a casa em ordem nas últimas semanas. Corremos tanto e, no final, não adiantou nada. Os leitores não podem ler os textos que revisamos e programamos com uma antecedência de mais de uma semana. Uma pena.

E estou mais sentido ainda porque meu texto que sairia na sexta-feira, dia 31, me custou no mínimo duas semanas de reflexões. Acho que nunca tive tanto cuidado com um texto. Não é lá uma maravilha de texto, mas é um bom texto, e eu queria muito que ele tivesse saído no site do jeitinho que eu imaginava.

O pior é que eu não quero publicá-lo aqui. Modéstia à parte, meu esforço e meu texto merecem um melhor reconhecimento e um maior número de leitores.

Esse egoísmo me fez pensar na pergunta-título deste post: para quem escrevo, afinal?

Vivo dizendo que escrevo para mim, não para os leitores (os poucos que tenho). Certo, tudo bem. Assim penso sobre minha ficção. Não minhas colunas e resenhas. Estes textos, sim, escrevo pensando no leitor, em como conquistá-lo com meus argumentos, ou em como deixá-lo puto da vida com uma frase ou outra. Já aqui, no meu bloguinho, escrevo para mim mesmo, às vezes até sem me importar muito com o que estou escrevendo. Isso já me trouxe uma ou duas pequenas dores de cabeças, mas toma-se um Tylenol e segue-se em frente.

Aliás, não é egoísmo: é vaidade.

Estou pensando no que fazer com o texto. Enviei-o (tá certo isso?) a um editor, vamos ver o que dá. Ele estará disponível no Digestivo, quando o site voltar ao ar, claro. Mas vou tentar outros caminhos.

This entry was posted in Crônicas, Literatura. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

3 Comments

  1. Posted September 3, 2007 at 04:33 | Permalink

    Por que o Digestivo saiu do ar? Não estava sabendo…

    Aguardamos o texto. Ah, e não suma!

  2. Rafael Rodrigues
    Posted September 3, 2007 at 07:41 | Permalink

    Paulo, problemas no servidor. E os caras estão com uma preguiça dos diabos, pra resolver logo a situação. Terrível isso. E não sumo não, estou sempre por aqui. Abraço!

  3. Posted September 4, 2007 at 17:40 | Permalink

    rapaz, Rafa, e o Digestivo saiu no ar bem no dia que entrou meu texto sobre o Kafka. e depois a mamãe diz que eu não dou sorte…

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*