Notebook, netbook ou tablet?

Me fiz essa pergunta meses atrás, depois de ver a entrevista que o Jorge Pontual fez com o Andrew Keen – e vice-versa, já que o Andrew fez uma pequena entrevista com o Jorge também, filmada através de seu iPhone.

Keen falou tão bem do iPhone que eu fiquei doido pra ter um. Fui pesquisar e vi que o aparelho foge – e muito – das minhas possibilidades. Porque para ter um iPhone você não pode “apenas” comprar ele, mas também aderir a um plano de conta que tem um valor, no mínimo, salgado.

Na época eu não ia comprar nada, nem poderia comprar tão cedo. Pensava em comprar algo somente no meio de 2010, e olhe lá. Mas foi bom ter pesquisado um pouco sobre Netbooks e Tablets. Li uma série de textos sobre o assunto em vários sites – se quiser fazer o mesmo, basta usar o Google – mas não cheguei a conclusão alguma. Primeiro porque precisaria ver tanto um Netbook quanto um Tablet ao vivo.

Por que foi bom ter pesquisado meses atrás? Simples: mês passado o monitor do meu irmão pifou e teríamos de comprar outro com urgência. Como estava se aproximando a data de nossa – minha e de Cassia – viagem para São Paulo, propus o seguinte aos meus velhos: meu irmão ficaria com meu monitor e, em vez de comprar um novo, compraríamos um Netbook para mim, assim eu poderia levá-lo comigo na viagem e não precisar pagar exorbitantes 10 reais por uma hora de acesso à internet – valor que paguei no Formule 1 quando fui a Minas. Nem ficar enchendo o saco de Cassia para procurarmos uma lan house perto da pousada em Sampa.

Quando fomos à Paraíba, em 2008, foi isso que aconteceu. Eu tinha que passar pelo menos uma hora por dia na lan house – isso quando eu não resolvia passar uma hora pela manhã e meia-hora à tarde. (AVISO: não sei se o hífen de meia-hora está correto.) Ela dizia que não, até ficava na internet também, mas eu sei que é um saco. Certo, não é nada agradável você sair de férias com seu/sua noivo/noiva e ele/ela ficar na internet enquanto você tenta dormir com a luz acesa. Mas ao menos a encheção de saco de ir à lan house é eliminada.

Enfim. Fomos, meu pai e eu, dar uma olhada nos Net e nos Notebooks. Ele não gostou dos Nets porque são bem pequeninos. Telas de no máximo 11 polegadas, configurações bem modestas etc. Já eu não gostei dos Notes por causa dos preços, bem maiores, e por causa do tamanho. Eu queria algo mais discreto que um Notebook, por isso pensei até mesmo num Tablet. Mas o problema é que um Tablet completo, que sirva também como celular e que tenha uma boa configuração, é mais caro que um Notebook. Se eu pudesse ter, além do Netbook um Tablet, tudo bem. Mas, entre um e outro, melhor o Net.

Sim, porque acabei me decidindo por um Netbook. Meu irmão ajudou a escolher. Quando já estávamos desistindo da compra, porque meu pai e eu não chegamos a um consenso, meu irmão e eu vimos outros Nets que não tínhamos visto – o único que havíamos visto era um Positivo. Entre um Lg, um Asus e um Acer, fiquei com o Acer. O que mais me deixou bobo foi o tamanho. É realmente pequenininho, leve, dá pra colocar na mochila tranquilamente. Óbvio que, para quem trabalha com computador – é este o meu caso – o Netbook não é exatamente a melhor escolha – no caso de você estar comprando A máquina que você vai usar sempre. Porque a tela é pequena, não tem drive de CD, enfim, é um tanto limitado. Para deixar mais claro: NÃO é recomendável fazer o que eu fiz, que foi trocar um PC por um Netbook.

Mas como aqui em casa há outro PC e meu pai tem um Note, posso utilizar um ou outro quando necessário. Até agora – em breve faz 1 mês que estou usando o Net -, ele tem me servido muito bem – ainda não precisei usar a máquina de ninguém aqui. Há até uma vantagem: como a tela é menor, meus olhos se cansam um pouco mais rápido que no monitor de 15 polegadas que eu tinha, e isso me faz não ir dormir muito tarde. Me faz também levantar mais vezes para descansar ou tomar uma água. Ao menos durante esses dias em que estou de férias do trabalho aqui da cidade. Vamos ver como isso vai ficar depois que voltar a trabalhar.

A configuração deste é bem boa. Melhor que a do meu PC, aliás. Ele tem 1 GB de RAM, HD de 160 GB e processador Intel Atom de 1.66 GHz e já vem com o Windows XP Home Edition instalado, além de uma versão trial do Office 2007. Estou adorando. Mas isso porque meu PC não era lá grande coisa. Tinha, a rigor, 480 MB de RAM, porque 32 MB era da placa de vídeo.

O maior problema do Netbook é quando você abre um site em Flash ou um vídeo, por exemplo. Como a tela é pequena, você precisa ou enquadrar direitinho a caixa de vídeo, ou assistir o vídeo em tela cheia, porque às vezes não dá pra enquadrar na tela. No caso dos sites em Flash – aliás, não apenas sites em Flash; acabei de lembrar que, para navegar em certas páginas, eu preciso colocar o navegador em tela cheia (F11) – alguns itens ficam “invisíveis”, daí a necessidade de se colocar em tela cheia.

Antes de fazer a compra, é bom, além de pesquisar na internet, consultar amigos ou pessoas que entendam melhor do assunto. No meu caso, tive a sorte de contar com esclarecimentos do Barbão e do Inagaki – o primeiro usa e abusa de Notes e Netbooks; o segundo também, além de entender muito de Gadgets.

This entry was posted in A vida como ela é, Consumismo. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

4 Comments

  1. Livia
    Posted January 27, 2011 at 19:37 | Permalink

    Oi, eu li acho que a metade, e assim me deu vontade de escrever,
    tenho 11 anos e meu pai disse que vai me dar o velho notebook dele para mim, assim que ele comprar um novo, mas pesquisei com meu tio que já morou em Boston e então fomos em um site de loja americana Ebay (eu acho qe era esse nome) e ele procurou por Tablet e então, vi a foto, muito legal e como quero desenhar ao mesmo tempo de escrever (quero ser escritora ilustre) o Tablet poderia fazer isso e então eu perguntei quanto que ficaria, por que estava em dolares e ainda o preço de entrega ao Brasil, era bem barato!!!
    O que nós vimos não podia desenhar ao mesmo tempo de escrever (desenhar no Word), mas entrega para Brasil e o Tablet no total em reais uns: R$500,00 apenas.
    Eu fiquei facinada, por que, eu nao me importo com o tamanho, além do mais prefiro que dê para eu levar para a escola, que no recreio posso escrever, tem também muuuuuuuuitos GBs a mais tipo o net, ou o not é uns 2,3,4,5 GB, mas o Tablet não, ele é uns 32 GBs, o que me da o direito de instalar os meus jogos do The Sims; ele também me deixa desenhar no Word por um pouquiiiiinho mais caro tipo no total R$ 600,00, só uns R$ 100 a mais e é mais barato e novinho em folha!!!

    Olha, eu acho que você poderia ter olhado em lojas o modelo dele, mas a compra no site que eu visitei, avalie as coisas, como eu avaliei e pedi pro meu pai para ele vender o note para assim eu comprar o Tablet. Então avalie, quem sabe você pode vender seu net, comprar no Ebay e esperar uns dias e ainda sobra uma grana se o seu net for novo…

    Essa é a minha opniao,
    Abraço Cordial,
    Livia

  2. Posted July 13, 2011 at 15:07 | Permalink

    Com o tempo, e com as mentes criativas dos desenvolvedores, soluções serão criadas para que os tablets conquistem os consumidores que hoje preferem os netbooks. Mas, por mais algum tempo, essa divisão ainda vai existir. Cabe sempre ao usuário escolher a melhor relação custo/benefício, mediante as suas necessidades.

  3. Hebert
    Posted November 11, 2011 at 20:54 | Permalink

    Não venho a ser um expert no assunto, mas axo q um tablet hoje em dia, ja tem praticamente as mesmas funcionalidades de um notebook, netbook, ou ate mesmo de pc normal.

  4. Posted July 10, 2012 at 16:08 | Permalink

    Excelente. vou adicionar nos meus favoritos 😉

One Trackback

  • By Making of da resenha de Vidas Novas | Entretantos on January 14, 2010 at 23:38

    […] notebook, levo pra Sampa e posso ler o livro durante a viagem. Rafael, você é um gênio!”. A coisa não foi tão simples assim, mas acabou acontecendo, e comprei o netbook que agora é meu parceirão de […]

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*