É dose…

Agora não dá mais pra ler o “O Globo” on-line. Estão cobrando o acesso à edição digital do jornal impresso. 35 reais por mês.

Fui ver então quanto ficaria a assinatura do jornal apenas para os dias de sábado e domingo, que são os dias que me interessam. Na verdade, só o sábado mesmo, por causa do “Prosa&Verso”. E, ainda assim, só porque de vez em quando o caderno é quase imperdível. 27,90 mensais. Tudo bem, eu até pensei em pagar. Mas.

Não tem essa opção aqui para a Bahia. Só para uns 6 estados, se não me engano.

Comprar o jornal no sábado é muito complicado. Meses atrás, fiquei monitorando as duas melhores bancas de revista da cidade entre meio-dia e quatro horas da tarde. O jornal não chegou até elas naquele dia. Acho que foi o caderno que tinha uma entrevista com o Orhan Pamuk.

Nossa, faz mesmo muito tempo. Porque foi sábado, e foi antes de eu começar a trabalhar (em dezembro de 2006). Me toquei agora, que lembrei que trabalho todo sábado. E por isso não posso mais ficar correndo atrás do “O Globo” no fim de semana.

Pior pra eles. Perdem um excelente leitor.

This entry was posted in A vida como ela é. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

2 Comments

  1. Posted September 28, 2007 at 09:10 | Permalink

    Pois é, eu morro de vontade de assinar O Globo, mas enfim, acho que eles abusam demais, não é?! Aqui tem um caderno bem interessante que sai todo o dia, o Segundo Caderno, enfim, e aos sabados tem o caderno Cultura que é o m-a-x-i-m-o. Sério mesmo… Ei, sabe o que eu pensei? Bem, depois eu falo. Besos.

  2. Posted October 10, 2007 at 04:42 | Permalink

    Eu também deixei de ler.
    Pedem um cadastro! Mais uma senha? ah, não… muito obrigado!

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*